sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Inversão de valores


Algumas semanas atrás, me deparei com uma foto postada pelo Pastor Valter Gonçalves Santos. Nela, são apresentados dois quadros que merecem ser avaliados - objeto de reflexão - para sabermos em qual dos dois tipos de congregação estamos envolvidos: Ou naquela que pretende "tudo isso" e o céu também; ou naquela que pretende o céu acima de "tudo isso". Realmente... Não há como não perceber a crescente busca de muitos líderes cristãos, pelo dinheiro dos fiéis; ainda que a razão alegada seja, na maioria dos casos, os compromissos assumidos em prol da obra de Deus. Não estou censurando quem quer que seja; até porque, não nego que tenha os meus próprios erros. Estou apenas expondo minha preocupação.
 
Enquanto eu pensava em tudo isso, voltei-me para a palavra de Jesus: "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (Mateus 6.33). Então, comparando os nossos dias com este texto bíblico, percebo que a proposta de vida cristã apregoada em muitas tribunas de confissão evangélica invertem perigosamente a ordem dos fatores. Ou melhor dizendo; aquilo que se ouve hoje é: "Quanto mais dinheiro você dá, mais Deus irá te devolver". No entanto, se observarmos com atenção, o texto propõe que se você buscar primeiro o reino de Deus e sua justiça, as demais coisas serão concedidas. Ou muito me engano; ou, nestes dias, está havendo inversão de valores.
 
E assim, procurando refletir sobre este momento em que vivemos, não pude deixar de ver neste quadro a figura de duas igrejas citadas em Apocalipse: Filadélfia e Laodicéia (já postei sobre estas duas "damas"). Uma delas - rica, arrogante, triunfalista. Outra - despojada, humilde, rendida. Uma delas, buscando fama, dinheiro, poder. A outra, buscando ser fiel e não negar o nome do Senhor. Ao lermos e meditarmos sobre o fim de ambas, não é difícil perceber qual delas fez a melhor escolha; pois, fica patente aos nossos olhos, qual das duas teve melhor destino. Portanto, não é preciso irmos muito longe para descobrir. Se andarmos por aí e observarmos bem, vamos ver que Filadélfia e Laodicéia ainda vivem entre nós!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário