quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Rota de escape



Acabo de me erguer do lugar de oração; mas lá deixei, aos pés do Senhor, esta oração do meu espírito: "Pai, protege a minha esposa, os meus filhos, noras e genro, os meus netos, os meus amigos e irmãos. Guarda-os dos dias que estão por vir e do mal que cresce e sufoca. Nos nos deixe cair nas tentações multi-cores; que tentam misturar verdades e mentiras em um mesmo frasco cheio de veneno. Percebo, Pai, que o mal não vem com aparência ruim; e isso o torna mais perigoso ainda. E sua proximidade nos assusta. Livra-nos do mal!
 
Percebo Pai, que na verdade se trata de dois tipos de mal: O mal moral e o mal natural. Enquanto o mal moral - produzido pela mente de Satã e executado por mentes impuras e infames de pessoas desprovidas da verdade - promove a decadência moral em proporções nunca vistas, destruindo o que resta dos traços da divindade no ser humano; o mal natural - produzido como medida punitiva pelo Deus eterno que tem o poder sobre as forças da natureza - levanta ondas crescentes no mar e na terra, trazendo juízo sobre os pecadores.
 
Meu querido Pai; percebo que estes dois males estão muito próximos de se encontrarem... E não haverá como impedir o confronto entre ambos; um sendo aniquilado pelo outro. E nós, pobres e pequenos mortais, estaremos a mercê do choque destas poderosas ondas. Mas, para aqueles que procuram permanecer em Jesus, mesmo em dias tão difíceis, haverá uma saída "para cima"; uma rota de escape imune a este choque. E ela se chama arrebatamento!". Após orar e escrever sobre este assunto, fui me preparar para o novo dia!
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário