quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Dia da Consciência Negra

 
 
Ontem, o Brasil inteiro comemorou o "Dia da Consciência Negra". Na verdade, o esforço de muitos para corrigir as grandes injustiças que - no Brasil colonial - submeteu a ferro e fogo uma brava raça, tem apresentado bons resultados. A raça negra conseguiu se impor e recuperar sua liberdade. Seus algozes, que agiam como se fossem uma raça superior, foram forçados a capitular. Realmente... O período da escravidão dos negros no Brasil colonial é uma página da história que não nos orgulha.

Graças a Deus, esta terrível página foi virada; e com isso, muitas injustiças foram sendo gradativamente corrigidas. E assim, esta brava raça foi ampliando o seu espaço de direito; galgando com esforço, os degraus da pirâmide social deste mundo de desigualdades. E mesmo que ainda se note traços de discriminação e preconceito, a grande maioria dos cidadãos brasileiros no entanto - independente de sua cor e religião - consegue conviver em tolerância e paz; fazendo valer sua vocação pacífica e pacificadora.
 
Louvo a Deus pelos negros; raça criada por Deus, que resistiu a tanta opressão ao longo dos séculos; superando o preconceito e a discriminação sofrida ao longo de sua história. Louvo também a Deus pelos amarelos; pelos brancos; pelos miscigenados iguais a mim... Pois: Jesus deu Sua vida por todos os homens! E assim, no reino eterno de Deus, serão incluídas pessoas de todas as raças, tribos e línguas da terra. É por isso que o evangelho precisa ser pregado a toda a criatura que habita este planeta... Até que venha o fim!
 
"E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação"
(Apocalipse 5.9) 
 
Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário