quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Atitudes impróprias


Alguns dias atrás eu estava orando a Deus. Enquanto orava, lembrei-me de um conselho que dei a alguém no dia anterior; sobre certas coisas que não devem - seja a que pretexto for - ser ditas ou pedidas a Deus. E assim, enquanto orava, pude refletir um pouco mais sobre um conjunto de coisas temerárias que  jamais devemos pronunciar perante Ele quando oramos. Apontei abaixo algumas delas:

1.NÃO DEVEMOS reclamar das lutas e provações que passamos neste mundo; 2. NÃO DEVEMOS atribuir a Deus responsabilidade por certos tipos de bens e males - de procedência incerta - que atingem as pessoas; 3. NÃO DEVEMOS fazer queixumes sobre "aquilo que estou passando após ter me tornado um crente", como se isto fosse algo incomum; 4. NÃO DEVEMOS Expressar insatisfação continuada, relativa ao nosso trabalho e à família que temos; E... 5. Aquela que considero a pior dentre as demais:

NÃO DEVEMOS tentar direcionar Deus a fazer algo ilícito ou impuro em nosso favor; tão somente para satisfação dos nossos caprichos! E, por incrível que pareça, esta é uma atitude freqüente - chegando às raias do absurdo - em muitos cristãos que buscam a Deus nos dias de hoje. É que, as vezes, queremos tanto algo errado ou de mau gosto; que procuramos convencer ao próprio Deus que é para o nosso "bem".

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário