quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Preocupante e lamentável


Algumas semanas atrás, estava eu na residência pastoral da IMW de Marabá-PA. E, enquanto eu orava, dois assuntos ocuparam boa parte do meu momento com Deus. O primeiro deles, foi o sentido e objetivo da missão que recebi do Senhor: pregar o evangelho e edificar o rebanho do Senhor. Na verdade, pregar o evangelho ou testemunhar de Cristo é a mais importante missão a ser cumprida sobre a terra!

Ali, no lugar de oração, Deus me fez ver que esta missão é como um ponto fixo no espaço imaginário, embora concreto. Ela permanece em uma espécie de posição geoestacionária. Quando parece se aproximar ou se afastar; na verdade, nós é que nos movemos - para mais longe ou mais perto deste ponto fixo. Então, nossa visão da missão se amplia; ou... Diminui até desaparecer. Situação preocupante!

O segundo assunto que me ocupou está ligado a obreiros do Senhor. E ali - enquanto eu louvava a Deus pelo que vi no culto da noite anterior - senti uma grande necessidade de orar também por aqueles pastores que se sentem injustiçados e desprestigiados... Muitas vezes, culpando pessoas e circunstâncias pelo seu fraco desempenho. Aqueles que, na pressa em se inocentar, acabam por culpar pessoas inocentes!

Então, como se Deus falasse em meu íntimo, fui convencido de que pastores que assim pensam e falam, nem se dão conta de que - pouco a pouco - eles se transformaram em agentes da injustiça. Como explicar isso? É simples: Eles deixaram de agir e falar como homens de Deus, passando a agir e falar como homens comuns; deixaram de se preocupar com as ovelhas sob seus cuidados, passando a se preocupar consigo mesmos. Enfim, passaram a viver um ministério "faz-de-conta". Situação lamentável!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário