sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O vale da omissão


No culto distrital do Distrito de Brasília, Célia e eu estávamos assentados na segunda fileira de cadeiras do templo wesleyano da IMW de Taguatinga. Ali, enquanto o Ministério de Louvor nos conduzia em adoração, senti profundo quebrantamento da parte de Deus. Haviam diversos pastores e irmãos das igrejas wesleyanas do Distrito de Brasília. Naquele momento, estando em espírito de oração, fui tocado pelo Senhor. Então eu disse algo que jamais havia dito ou ouvido: Senhor, livra-me do vale da omissão!

Após as apresentações, o Pastor Fernandes me conduziu, e também ao Pastor Hilmar - SD do Distrito -  ao púlpito daquele grande templo. Quando me ajoelhei, Deus me deu o texto de Mateus 25.31-46; e Sua voz soou em meu íntimo: "É isso mesmo!" Então, entendi claramente aquilo que Deus quis dizer!

A pregação que se seguiu - produzida por Deus em meu espírito - foi baseada em Lucas 15.1-32; levando todos nós a perceber o valor incalculável de uma alma perdida. A alegria maior do Deus eterno e de Seus santos anjos, não está ligada ao culto que Lhe prestamos; ou aos altos louvores que Lhe ministramos.

No texto citado, percebemos claramente que a maior alegria do Senhor e de Seus anjos se manifesta quando o perdido é alcançado. É por isso que Jesus afirmou: "Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido" (Lucas 19.10). E, no texto pregado, ele precisou contar três parábolas para nos ensinar esta importante lição. Ao final, tivemos a Santa Ceia Distrital; e, em seguida, Maria Célia nomeou 13 coordenadoras de igreja para servirem a Deus no ministério "Desperta Débora".

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário