quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Necessidade e medo


Esta manhã, me levantei para orar - cansado mas com o coração rendido perante o Senhor - em profundo quebrantamento. Como sempre faço, intercedi muito por meus filhos, noras, genro e netos. Sei muito bem o preço que pagam por serem quem são: Ligados por laços de sangue a um casal que Deus separou para uma missão especial. E, deste modo, acabam se tornando alvo preferencial dos ataques de Satã.

Com efeito, em sua obsessiva intenção de nos atingir através do sofrimento a eles infligido, Satanás não dá tréguas; nem mesmo quando está aparentemente distante. Portanto, não pode haver descuido neste nível de luta que enfrentamos; nem da minha parte, nem da parte deles! Mas... Temos um grande Aliado: Deus é o fiel Guarda dos Seus filhos! Não tenho como explicar plenamente aquilo que senti ao orar.

Enquanto eu orava e chorava - talvez sentindo o mesmo sentimento do Profeta Jeremias - falei com o Deus eterno sobre os meus medos e necessidades. Lamentei diante do Pai não ser o homem que Ele espera que eu seja. E, de repente, em pranto, declarei duas coisas ao meu Senhor: A primeira, foi o sentimento de constrangimento e medo que sinto por buscá-Lo tão de perto; a segunda, foi sobre a necessidade que tenho de me aproximar - mesmo sendo quem sou - o menor e o mais frágil dos servos.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário