terça-feira, 21 de agosto de 2012

Segurança em Deus

Foto: Nesta madrugada, enquanto eu orava na residência pastoral da IMW em Palmas-TO, busquei segurança em Deus:

Senhor, não me deixes caminhar sozinho e sem rumo por este mundo sombrio. Nem entregue a minha própria sorte, devido a minha natureza rebelde. Pois Tenho medo de me perder - em meio a tantos enganos e espiritualidade aparente - pois conheço o meu interior... Não tão bem como tu conheces; mas, o suficiente para saber que não conseguiria sobreviver um dia sequer sem Tua presença conduzindo minha vida. Preciso de ti!

Senhor, guia-me pelo novo e vivo caminho; traçado para que homens como eu possam andar por ele. Concede-me a graça de cumprir plenamente minha missão; de tal modo que, se o Senhor me recolher antes do arrebatamento, aqueles que me amam e convivem comigo saibam com certeza que este soldado lutou até o fim e conseguiu cumprir a missão que lhe foi confiada. Não me deixe ser enganado por motivos fúteis e aparentes.

Senhor, sou teu servo e assim quero ser conhecido - tanto no reino eterno como no temporário reino dos homens. Que meus caprichos jamais não interfiram naquilo que faço para ti. Sei que ao me tornar teu servo, tornei-me também servo dos homens - não para interagir com suas loucuras - mas, para que o teu propósito se cumpra através de minha servidão. Pois, servindo aos homens, continuo sendo servo do Deus vivo!

A alguns dias atrás, enquanto eu orava de madrugada na residência pastoral da IMW em Palmas-TO, senti uma profunda necessidade de buscar segurança em Deus. E entre gemidos, foi isso mesmo que fiz!

Senhor, não me deixes caminhar sozinho e sem rumo por este mundo sombrio. Nem entregue à minha própria sorte, devido a minha natureza rebelde. Pois, tenho medo de me perder - em meio a tantos enganos e demasiada espiritualidade aparente - pois conheço o meu interior... Não tão bem como tu conheces; mas, o suficiente para saber que não conseguiria sobreviver um dia sequer sem Tua presença conduzindo minha vida. Na verdade, preciso tanto de ti que nem sei medir plenamente este sentimento!

Senhor, guia-me pelo novo e vivo caminho; traçado para que homens como eu possam andar por ele. Concede-me a graça de cumprir plenamente minha missão; de tal modo que, se o Senhor me recolher antes do arrebatamento; aqueles que me amam e que convivem comigo saibam com certeza que este soldado lutou até o fim e conseguiu cumprir a missão que lhe foi confiada. Eu suplico que não me deixes ser enganado por motivos fúteis e aparentes; tão comuns até mesmo entre pessoas que te servem.

Senhor, sou teu servo; e, assim quero ser conhecido - tanto no reino eterno, como no temporário reino dos homens - sem ter nada de que me envergonhar. Que meus caprichos não interfiram jamais naquilo que, em nome de Jesus, faço para ti. Sei que, ao me tornar teu servo, tornei-me também servo dos homens - não para interagir com suas loucuras e pecados - mas, para que o teu propósito se cumpra através de minha voluntária servidão. Pois eu sei que, servindo aos homens, continuo sendo servo do Deus vivo!

Após esta oração que fiz, buscando refúgio em Deus, passei a interceder por aqueles que - direta ou indiretamente - estão ligados a mim; seja por laços de família; seja por laços de comunhão; seja por laços de comprometimento espiritual. E, ao me levantar do lugar de oração, senti-me seguro em Deus!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário