terça-feira, 17 de julho de 2012

Mundo mau


Esta semana, meu amigo Paulo Franke - Major do Exército de Salvação residente na Finlândia - postou o seguinte texto: "Assisti esta semana no canal alemão DW - reportagem sobre um mega-estádio de futebol, construído por um arquiteto alemão, em Manaus-AM, especialmente para a Copa. Depois, segundo ele, pelo seu tamanho, não mais será usado, a não ser para turistas o verem quando visitarem a cidade. Sem comentários." Apesar da restrição feita ao final por Paulo Franke, resolvi comentar.

Talvez o canal alemão de TV desconheça a realidade deste Brasil dos brasileiros... Brasil em que sobram lugares nos estádios; mas, em que faltam lugares nos hospitais e escolas. Brasil que exibe toda a beleza e grandeza que o dinheiro público pode produzir; mas, que esconde a falta de seringas e medicamentos básicos em muitos pronto-socorros e emergências deste país. Como escreveu certa vez minha filha Daniela - quando ainda adolescente - "Brasil: Pátria amada, mãe desnaturada". E ela tinha razão!

Todavia, para entender um país como o Brasil, é necessário olhá-lo como parte de um mundo injusto; para então vê-lo como ele é. A Bíblia diz que o "mundo jaz no maligno". Logo, o mundo é mau. Mas... Temos o Deus bom, que se revela através de Jesus. E posso aqui afirmar que este mundo mau jamais conseguirá competir com Jesus no quesito "receber e devolver". Enquanto Jesus recebe uma vida impura e destruída e devolve esta vida com pureza, graça e valor; o mundo recebe uma vida cheia de graça, formosura e sonhos e devolve esta vida perdida e arruinada. É isso... Jesus é bom; o mundo não presta!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário