terça-feira, 10 de julho de 2012

Eu aprendi


"Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor"
 (João 15.9)

Eu aprendi! Acabo de me levantar do lugar de oração. Enquanto eu falava com Deus; expressei-Lhe minha dificuldade em demonstrar o meu amor por Ele. Orando, lamentei por ter cometido tantos erros ao tentar demonstrar o meu amor - tanto por minha querida esposa, como por meus queridos filhos (ocasiões em que, em nome de um amor com zelo humano, tomei atitudes infelizes). Então Deus falou comigo!

"E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele" 
(I João 4.16)

Aprendi que jamais conseguirei amar "in natura" ao Deus eterno! Posto que, por mais bem intencionado que eu seja, o meu amor está sempre contaminado por minha humanidade; defeituosa e impura. É por isso que o meu amor precisa passar por Jesus! Isso mesmo: Quando amo e me entrego a Jesus, o meu amor é refinado; limpo de sua impureza e de seus defeitos humanos. Entendi claramente o processo!

"E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus"
(Efésios 3.19)

E, no entardecer de minha existência, finalmente aprendi que o mandamento "Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças" (Deuteronômio 6.5), só pode ser plenamente cumprido; quando me dedico a amá-Lo através de Jesus. E este mesmo princípio se aplica ao meu amor que devo expressar à minha família; e, até mesmo aos meus maiores inimigos!

"E andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave"
(Efésios 5.2)

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário