terça-feira, 8 de maio de 2012

Vivendo no centro da vontade de Deus


Qualquer pessoa atenta consegue ver o estado de confusão em que este mundo vive. E a confusão generalizada ocorre em todos os níveis de atividade e relacionamento humano - sempre causada pelos equívocos dos homens naturais - provocada pelo egoismo e ambição exacerbada de homens destituídos do amor de Deus. E se tentarmos entender este estado de confusão com a mente natural, jamais chegaremos a uma conclusão sensata; uma vez que as respostas estão muito além da razão humana.

A Palavra de Deus é clara e objetiva, quando denuncia "homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos" (II Timóteo 3.2). E não há como entender plenamente as atitudes confusas de pessoas que vivem na esfera natural, contando apenas com uma análise baseada nos recursos da emoção e da razão. E se insistirmos em tentar entender esta confusão com a mente natural, acabamos por nos igualar aos seus maiores responsáveis.

A Palavra de Deus é bem clara ao dizer que "o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente" (I Cor. 2.14). Ela também nos diz que "o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido" (I Coríntios 2.15). Portanto, se queremos entender o que está acontecendo neste mundo de horror, sem sermos por ele vencidos, precisamos ter a mente de Cristo e viver no centro da vontade de Deus.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário