quarta-feira, 18 de abril de 2012

Caixa de surpresas

"Os homens maus não entendem o juízo, mas os que buscam ao SENHOR entendem tudo" 
(Provérbios 28:5).

Conhecer o passado é uma habilidade comum, presente na vida de qualquer pessoa que se encontra viva e tenha uma boa memória. E quanto ao presente? Quem existe e se move em seu espaço, geralmente, interage com um presente sempre desafiador - a cada passo que damos - as vezes, nos levando ao limite de nossas forças. Sempre cheio de oportunidades... E também de armadilhas, o presente exige de cada um de nós bom senso e discernimento apurado para lidar com suas etapas. Mas... E o futuro? 

A dois dias atrás, enquanto eu orava pela madrugada - cansado após chegar de uma longa viagem no dia anterior - a minh'alma começou a se inquietar, ante a espectativa do amanhã. Isso mesmo! O amanhã sempre envolto em véu... Com os seus segredos e com os seus mistérios. E ali prostrado perante o Pai, senti desejo de conhecer o meu futuro; de dar uma olhadinha em sua caixa de surpresas. Porque, afinal de contas, ela contém as peças do meu futuro!

Mas... Enquanto eu orava, o meu espírito foi convencido de que não vale a pena olhar. O Senhor me fez sentir que o "amanhã" - tal como um corpo sem rosto e um sonho sem forma em meio as brumas - será transformado em "hoje" e, então, se tornará conhecido. Finalmente, quando se transformar em "ontem", será apenas u'a mera lembrança. Enquanto isso - na roda do tempo - Deus estará sempre comigo!

Continuei orando, como sempre faço. Pedi perdão e fui perdoado... Adorei, louvei e agradeci... Intercedi por minha família, meus amigos, meus irmãos... Até pelos que me ferem. E, então, me levantei daquele lugar de oração - com três certezas concretas: A de que o meu dia estava ganho; a de que o meu rosto estava molhado e ligeiramente inchado; e, também, a certeza de que... O meu futuro a Deus pertence!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário