segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Refletindo sobre virtudes

A alguns dias atrás senti-me movido a postar, no facebook, uma reflexão sobre virtudes que temos; ou, que julgamos ter. No lugar da oração pude entender que, geralmente, damos muito mais valor às virtudes em si mesmas, do que aos frutos que podemos produzir através delas. A maioria de minhas postagens são fruto de oração. Não que eu faça postagens sem orar! O que quero dizer é que, na maioria das vezes, me levanto do lugar da oração para postar no facebook.

Tenho aprendido muito no lugar da oração! Posso afirmar, por experiência própria, que, ali, as coisas ficam mais claras. Nesse dia, tive a felicidade de entender um pouco mais a verdadeira razão da presença de dons e virtudes em minha vida. É verdade! Elas não estão em mim, como arranjo de flores em um vaso: Belas no primeiro instante; mas, murchando e secando com o passar das horas e dos dias. Aprendi, ali prostrado, que dons e virtudes são tipos de "ferramenta de trabalho". Através delas, eu posso edificar e enriquecer aqueles que estão a minha volta - contribuindo para tornar suas vida melhor - ou...

Então... Corro o perigo de me tornar narcisista. Pois, a medida que me deslumbro com minhas próprias virtudes, elas vão se transformando em espelho do meu narcisismo. Na verdade, sempre que me ponho a louvar minhas próprias virtudes, corro o risco de perder as poucas que ainda me restam. É isso mesmo! Se elas de fato existem, certamente que as pessoas a minha volta se darão conta de sua existência; e, quem sabe, poderão ser por elas inspiradas a glorificar a Deus. E, assim, a edificação por elas gerada - abençoando vidas - fará de mim o "bom cheiro de Cristo", nos que se salvam e nos que se perdem!

A Palavra de Deus afirma que "toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação" (Tiago 1:17). Portanto, Se possuo dons e virtudes, a coisa mais sensata que tenho a fazer é reconhece-los como vindos de Deus. E assim - convencido desta verdade - não chamarei a glória para mim mesmo; e, despojado, me deixarei usar para a edificação das vidas pelas quais Jesus morreu!

Cordialmente;
Bispo Calegari

Um comentário:

  1. Bom dia Senhor Bispo e a paz do Senhor!
    Eu louvo ao Eterno pela vossa vida! E pela grande oportunidade de um dia ter cido uma suas ovelhas, como eu aprendi com o Senhor. Hoje o Senhor postou essa mensagem, mas já a muito com a sua própria vida vinha nos ensinando, que quem é tudo na nossa vida é o Senhor Deus Eterno. Com o seu jeito humilde de ser, apesar de ser um homem, usadissimo pelo Senhor nunca vi, no tempo em que convive com o Senhor, sinal de exaltação e soberba. O Senhor não imagina como isso foi e tem cido importante para mim, e no chamado do Senhor na minha vida, cada vez que o senhor me usa segundo o quer dEle e a vontade dEle. Eu digo para mim mesma senhor o poder é teu a glória é tua, pois não sou nada sem Ti. E não sai da minha mente esse versiculo,Tiago 1.17. Que o nosso amado Deus, continue a lhe abençoar, e dar-te uma boa saúde física, mental e espiritual, prósperidade em todas as areas da vossa vida, para que possamos ser abençoados, com suas mensagens. Deus abençoe a si e a vossa família.

    ResponderExcluir