quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Dias preocupantes

A alguns dias atrás, senti o desejo de postar este assunto em minha página no facebook. No entanto, ciente da urgência deste tema, resolvi ampliá-lo em meu blog.

Vivemos os dias preditos nas Escrituras Sagradas. Dias de contradições e escolhas infelizes, em todas as esferas da vida humana - inclusive entre cristãos professos. As vezes me sinto como em uma espécie de desabamento - como se tudo aquilo que sempre nos inspirou e motivou estivesse com seus dias contados (estruturas morais, espirituais, socioafetivas, etc.). É verdade! Fico com uma desagradável impressão de que nada resiste a este desmoronamento assustador.

Tenho percebido que os países e empresas, vistos como causadores do desastre ambiental, parecem não se contentar com a poluição costumeira - como se não fossem suficientes os problemas causados na camada de ozônio; abrindo verdadeiras crateras, pelas quais os raios solares nos fustigam diariamente. Ou, como se não bastassem os elevados níveis de contaminação das águas potáveis e oceânicas, outrora aparentemente inatingíveis. Na verdade, os agentes da degradação estão golpeando cruelmente o nosso pobre planeta - o qual parece estar com os seus dias contados.

Pois é... Como se não bastasse o estado assustador de depredação do meio ambiente; legisladores do mundo inteiro, parecem estar determinados na tentativa de criar leis que, além de enfraquecer as melhores tradições resultantes do concerto de nações outrora cristãs - baseadas nos valores morais e espirituais mais importantes da civilização - também incentivam e protegem, ao abrigo dessas mesmas leis, práticas que se constituem em afronta às tradições milenares sobre as quais a sociedade organizada vem se baseando - no projeto de construção do seu futuro. E, deste modo, vemos crescer a legalização da extrema maldade. Realmente, o nosso mundo parece estar "por um fio".

No entanto - acima do iminente desastre produzido pela incredulidade, arrogância e vaidade dos homens - contemplo u'a mão poderosa se delineando no horizonte. E ela traz um sinal inconfundível que autentica sua sobrenatural origem: Uma perfuração bem no centro da palma - marcada por filetes de sangue ainda escorrendo. E, se olharmos atentamente, veremos a nossa nova história refletida nesse sangue - demonstrando aos crentes em Cristo, que um novo tempo está por vir.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário