sábado, 17 de setembro de 2011

Tombou um guerreiro no campo de batalha

"Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos." (Salmos 116 : 15)

O Pastor Gervaldo partiu... Para a mais extraordinária viagem que um ser humano pode fazer. Viagem sem volta - cheia de mistérios - ao encontro do Pai. Eu o tenho conhecido a muitos anos. Na verdade, fui o seu primeiro pastor - nos memoráveis tempos da "Wesleyana da Rua Cinquenta".

A família Rebouças tornou-se minha conhecida devido conversão de Gervaldo - em meados da década de 70. Fora enviado a um tratamento de tóxico-dependência em Brasília. Retornou livre e convertido ao Senhor Jesus. Chegando em Valadares, sua cidade; saiu a procura de uma igreja, na qual pudesse se tornar membro e servir a Deus. Felizmente, para nossa alegria, êle nos achou.

Para assistir ao seu primeiro culto em nossa igreja, trouxe sua mãe, Tereza; e sua irmã, Geane. Ambas se tornaram fervorosas crentes. Trouxe também seu irmão Nivaldo - hoje pastor em Itaboraí e SD do Distrito de Niterói - que também se converteu ao Senhor. Com um pouco mais de demora, trouxe o Gessivaldo - hoje pastor wesleyano em Cosmópolis -SP. Este, ao entrar no humilde salão de cultos da Rua Cinquenta, teve uma visão, em que viu Jesus no púlpito - de braços abertos - olhando em sua direção. Converteu-se naquela mesma noite. O seu pai demorou-se um pouco mais. O irmão Gerôncio foi liberto do vício do cigarro - em uma visita que fiz em sua casa - mediante uma história interessante; que, em outra ocasião poderei aqui contar - tornando-se um dos grande crentes que já conheci. E assim, posso afirmar que toda a família, com exceção do seu irmão Euvaldo - que se naquela altura residia na Bahia - se converteu por seu intermédio.

Pois é... O Gervaldo partiu a poucas horas. Deixa viúva a a irmã Luciene - esposa dedicada e grande amor de sua vida. Ficam enlutados os seus irmãos, cunhadas e sobrinhos; e também todos aqueles que nutriram por ele o amor e carinho de que sempre foi merecedor. Estava internado para uma cirurgia ligada a problemas vasculares. Faleceu nesta madrugada. Ele possuía uma incrível facilidade para fazer e conservar amigos. Na condição de Pastor wesleyano, sempre cumpriu suas missões com dedicação e esmero.

Em sua última missão pastoral - à frente da igreja wesleyana do Bairro de Lurdes - construiu um dos mais belos templos da II Região. Estabeleceu também diversas congregações. Suas ovelhas - tanto da sede como das congregações - nutriam por ele um amor e um carinho admirável. Quando tentei transferi-lo, no mini-concílio em Governador Valadares - embora ele estivesse disposto a obedecer - os membros do Conselho local pediram uma reunião comigo; e, naquela ocasião, percebi que teria que voltar atrás - e voltei mesmo! Em nosso último concílio regional, nomeei-o SD do Distrito de Ipatinga; trazendo-o para a liderança regional - onde deveria ter o seu merecido lugar.

Em sua última participação em evento regional - o "Encontro de Corações Abrasados" - para pastores, foi um dos mais motivados. Era visível a alegria que irradiava. Verdadeiramente, era fácil perceber que ele foi muito abençoado em Itabirito. Algo que o Gervaldo me disse algumas vezes: "Bispo; eu preciso concluir o templo que Deus me mandou construir, antes de ser transferido". Procurei entender o seu desejo - e me coloquei ao seu lado desde o primeiro momento. E creio que Deus também lhe deu o tempo necessário para isso. Pois, recolheu-o após a realização do seu último desejo: Ele concluiu a obra que sentia o desejo de fazer - desde o momento em que adquiriu o terreno da igreja - tendo sido o primeiro da sua querida IMW do Bairro de Lurdes. Descance em paz - amigo, irmão e companheiro na Causa do Mestre!

"E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam." (Apocalipse 14 : 13)

Com pesar;
Bispo calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário