segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Fé e loucura

Fé e loucura - duas forças com muitas semelhanças e, pelo menos, uma diferença. Afirmo isso porque, tanto a fé como a loucura, são capazes de atos impensados; inusitados mesmo - chegando ambas a produzir resultados surpreendentes. Deste modo, a fé e a loucura são capazes de tomar atitudes que conseguem deixar perplexos aqueles que as observam.

A fé e a loucura são habilidosas em lançar pedras. É como se esta prática fosse o seu esporte preferido. A diferença entre ambas, nesta modalidade, é que; enquanto a fé lança suas pedras em gigantes prepotentes e ameaçadores - buscando trazer alívio e libertação as vítimas do opressor; a loucura, entretanto, atira suas pedras sobre qualquer um que esteja em seu caminho - bons e maus - sem que necessite ter um motivo para a sua agressividade insana.

A fé e a loucura são ousadas o bastante, para percorrerem caminhos nunca antes percorridos - em busca de um ponto fixo e imaginário no horizonte. Ponto este que ninguém mais consegue ver, a não ser elas mesmas. E lá vão elas, por caminhos diferentes, sem levar em conta as circunstâncias - mal se apercebendo daquilo que se passa ao seu redor. Nesta jornada, a fé consegue chegar ao seu "norte". A loucura também consegue chegar; mas - de miragem em miragem - a "terra do nunca".

Enfim... Fé e loucura possuem muitos traços de semelhança em seu "modus operandi". Todavia, são separadas por uma diferença fundamental: A diferença entre ambas é o resultado! A qualidade do resultado que produzem - identifica uma e outra. Exemplificando: Se os atos de alguém resultarem em algo edificante e sobrenatural - é fé! Se, por outro lado, estes atos resultarem em dor desnecessária, ruína; ou mesmo tragédia - é loucura mesmo.

Concluindo esta reflexão; posso dizer que vejo a fé como uma força quase suprema em seu poder de realização. No entanto, existe uma força que lhe ultrapassa - a qual não é aqui mencionada: A força do amor - o dom supremo.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário