sábado, 4 de dezembro de 2010

IMW de Astolfo Dutra

Na sexta-feira, após termos tomado um delicioso café da manhã preparado pela irmã Glauciane, passamos uma boa parte da manhã - Célia e eu - em Piraúba, aguardando o momento de seguir para Astolfo Dutra. Saímos pouco antes do almoço para Astolfo Dutra - cidade próxima de dali. Em lá chegando, rumamos para o prédio da IMW, onde tivemos um encontro com a Comissão Especial que havia sido nomeada por mim, sob a presidência do Pastor Renato Jabor, para cumprir uma missão em Visconde do Rio Branco. Conversamos um pouco e recebi das mãos do Presidente o relatório escrito.

Em seguida, fomos almoçar juntos, a convite do Pastor Dantas; no andar de cima, onde fica a residência pastoral - almoço preparado por sua esposa Cleuza (comida bem mineira - frango com quiabo e angú; galinha caipira na panela; cupim de boi assado; feijão e arroz! "hummmm"). Foi um momento alegre, o que passamos junto com os familiares do casal de obreiros (seu filho Helvécio - aspirante; com sua nora e seus queridos netos). Os pastores: Renato Jabor (igreja de Barra), Adriano (igreja de Safira) e Fabiano (igreja central de Cataguases); juntamente com o Aspirante José Márcio (igreja de Piraúba), estiveram conosco neste verdadeiro banquete.

A tardinha, passamos um "tempinho" no sítio do Pastor Dantas. Ficamos por ali, andando e conversando amenidades, enquanto ficávamos olhando as galinhas - caipira e d'Angola - patos e o belo por do sol; sempre acompanhados pelo popular "pitico"; este é o nome do cachorrinho do sítio, que tem uma relação turbulenta com o Pastor Dantas (já tenho rido às gargalhadas devido a isso). Foi um momento de descontração! Pena que tivemos que voltar logo, pois eu seria o pregador de um culto de louvor a Deus estava agendado para aquela noite.

O culto foi marcado por uma unção especial do Senhor. Todos os obreiros, da sede e das congregações, estavam presentes. A alegria dos membros era visivel; indisfarçável. O Ministério de Louvor ofereceu a Deus adoração e louvor, em um momento de grande edificação. Pude pregar sob o impacto da graça de Deus revelada naquele lugar; tendo ao meu lado a Missionária Maria Célia, que deu sua sempre valiosa colaboração em todo o culto. Ao término do trabalho e dos cumprimentos, retornamos a Piraúba (Chegamos a casa do casal José Márcio e Glauciane, ainda em tempo de saborear uma deliciosa pizza de presunto e catupiry). Ali pernoitamos, pois teríamos que viajar no dia seguinte bem cedo, de modo a poder estar no primeiro Concílio Regional da VI Região.

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário