terça-feira, 15 de junho de 2010

Giro episcopal pela II Região

Distrito de Muriaé

O Distrito de Muriaé tem sido um distrito bem atuante. percebe-se no ar, um clima de comunhão e unidade entre os pastores e igrejas do Distrito; e, em decorrência disso, as igrejas estão experimentando avivamento e crescimento a cada dia. Penso que este é um dos mais importantes fatores para o crescimento dos Distritos e das igrejas que o compoem. Sempre acreditei que comunhão e unidade são alavancas propulsoras do crescimento e espiritualidade do povo de Deus. Realmente, foi um final de semana muito edificante que passamos em Muriaé. E podemos dividí-lo em quatro partes:

Jantar do Casais

Este jantar especial em data tão significativa, no "Dia dos Namorados", reservou para todos os participantes experiencias inesqueciveis. Mais de oitenta casais, dentre eles alguns pastores e aspirantes, se fizeram presentes. A promotora do evento foi a IMW de Barra, por meio do seu Departamento de Casais. Célia e eu, convidados que fomos para ministrar neste "II Encontro de Casais", nos sentimos privilegiados em poder estar ali. O prelúdio foi enriquecido pelos irmãos Regis e Raniery (em Cristo e de sangue), com melodias e canções apropriadas para o evento. O Pastor Robson (SD do Distrito) e sua esposa Luz Aurora, ombrearam com o Pastor Renato Jabor (pastor da igreja) e sua esposa Duciléia, dando ao evento cunho distrital. Ministramos sob os olhares atentos de todos os presentes. Ao fim da ministração, Célia e eu ungimos a todos os casais participantes.

Após o culto, fomos servidos com um cardápio de dar "água na boca": arroz, batata palha, strogonoff de frango, lombo suino assado e farofa - uma delícia! (a grande maioria repetiu as iguarias, seguidas de sobremesa em forma de doces diversos e igualmente deliciosos). Para fechar com "chave de ouro", o Pastor Renato Jabor promoveu, juntamente com o casal José Carlos e Ruth, que preside o Departamento de Casais, a distribuição de um brinde personalizado a todos os participantes, de muito bom gosto e utilidade. Em seguida, foi feito um sorteio com prêmios doados por empresas de Muriaé (aparelhos eletrodomésticos, produtos de beleza, e atendimento especial e gratuito em casas do ramo, para tratamento de beleza, massagens, e de cabelo, etc). Foi tudo muito bom!

Seminário de Escatologia

No domingo pela manhã, a EBD da IMW de Barra abriu espaço para um estudo sobre a "Doutrina das Últimas Coisas". O Senhor me deu graça e, ao final do estudo, houve quebrantamento geral, com lágrimas. Percebi um grande interesse em todos no tema abordado. É que já não se fala em assunto tão relevante, como antigamente se fazia. E a vinda do Senhor está bem mais próxima do que podemos imaginar! Todos os sinais escatológicos estão cumpridos ou em vias de cumprimento. Há um grande movimento de evangelização mundial, procurando cumprir plenamente o último sinal antes da vinda do Messias: A Palavra diz que "este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim" (Mateus 24,14).

Culto na IMW de Barra

No domingo a noite, Deus nos abençoou maravilhosamente, em um culto cheio da presença do Seu Espírito. O Ministério de Louvor, sob a direção de Thais, demonstrou grande inspiração, conduzindo o povo a uma adoração verdadeiramente consagrada. Maria Célia conclamou os presentes a orarem, conduzindo a todos em uma fervorosa oração em favor dos filhos. Pregamos a mensagem, com base em João 8.12, discorrendo sobre alguns tipos de trevas específicas (drogas, violência, pornografia, infidelidade conjugal, etc), pra as quais a única arma eficaz é "Jesus, a Luz do Mundo". Ao final, oramos fervorosamente pelo casal de missionários Joaldo e Jovelina. Os obreiros oraram por todos que vieram à frente. Fiquei feliz em rever os presbíteros; e também poder abraçar o Luiz Cláudio, que acompanha meu blog; a Missionária Alvina Paixão, amiga de longa data, que conheceu Maria Célia ainda solteira; e o casal Aquiles e Abigail, sempre presentes quando estamos em Muriaé.

A igreja de Barra tem sido perseguida, devido a intolerância de quem se constitui em inimigo gratuito daqueles que servem a Deus (todas as exigências das leis ambientais tem sido satisfeitas por esta igreja, até as mais rigorosas). Todavia, ao que tudo parece indicar, a motivação de quem a persegue é devido a preconceito religioso. O interessante é que a vizinhança tem sido solidária com a igreja, procurando demonstrar que não é incomodada por ela. O Pastor Renato Jabor pede orações em favor da igreja e de seus perseguidores.

Por ocasião da nossa permanencia, ficamos hospedados em casa do Pastor Renato Jabor. Ele nos hospedou em um apartamento completo, separado do corpo da casa, feito especialmente para hospedar seus convidados (não que procuremos tamanho conforto; só estou procurando ser justo para com tamanho empenho deste dedicado companheiro e sua esposa). A irmã Duciléia, sua esposa nos brindou com um almoço incomum: Uma bacalhoada capaz de fazer os portugueses suspirarem; e também um filé à "parmeggiana" para o caso de alguém não apreciar o bacalhau (percebi que todos acabaram comendo das duas iguarias). Em volta da mesa estavam os filhos do casal: Thais, sua "caçulinha"; Tiago e sua esposa Cecília; e Renatinho (Rayssa, sua esposa, não pode estar no almoço por estar convalescendo do parto recente, quando deu à luz uma menininha). Também esteve um casal muito simpático, membro da igreja - o Wladimir e Silvana (por ocasião do Jantar de Casais, Deus fez um milagre na vida deste irmão).

Cordialmente;

Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário